debate I :: A Vida das Coisas | Perceber a forma de outras vidas, perceber a vida de outras formas

ao vivo :: 24/10 :: 16h


A partir das pesquisas e pensamentos dos convidados, o debate propõe criar atravessamentos em relação ao conjunto de filmes da mostra paralela A vida das coisas. Quais as consequências de nos colocarmos no topo da escala biológica? Quais os resultados do ímpeto moderno de afastar os humanos dos outros seres e relegar aos últimos a função de objeto e de recurso a ser explorado? Diante da incerteza da existência de um futuro compartilhado, entender que nós também fazemos parte daquilo que chamamos de natureza é princípio básico para uma ética de respeito em relação ao cosmos.


participantes: Antônio Bispo dos Santos, Juliana Fausto e Wellington Cançado
mediação: Felipe Carnevalli


Antônio Bispo dos Santos
Poeta, escritor, relator de saberes e liderança quilombola da comunidade Saco do Curtume, município de São João do Piauí. É autor de Colonização, quilombos: modos e significações,
publicado em 2015 pelo INCT de Inclusão.

 

Juliana Fausto
Filósofa e doutora em Filosofia e Questões ambientais pela PUC-Rio. Pesquisa a relação entre os não humanos e a política, e as condições do mundo a partir de um ponto de vista
multiespécie.

 

Wellington Cançado
Arquiteto, mestre e doutor em Arquitetura e Urbanismo pela UFMG. É editor da revista Piseagrama e pesquisa as relações entre a cidade, as cosmopolíticas, as imagens contracoloniais dos cinemas ameríndios e o impasse do design moderno no Antropoceno.