LIP V: CHRISTIANE E MONIQUE

(LIP V: CHRISTIANE ET MONIQUE)

França, 1976, 30'

Carole 2

No ano de 1976, em Besançon, operárias e operários da LIP ocupam novamente a fábrica onde trabalham e reativam a produção de relógios. Monique e Christiane testemunham sobre a dificuldade de ser mulher diante dos figurões da luta sindical. Para evidenciar o racismo de gênero, conhecido como sexismo, Monique propõe trocar, em seu relato, “homem” por “branco” e “mulher” por “árabe”.  Desenrola-se um depoimento eloquente e engraçado.



direção Carole Roussopoulos

contato doc@centre-simone-de-beauvoir.com